Como escolher um bom sistema de cobrança

A escolha de um sistema de gestão para cobrança e recuperação de créditos requer a análise de múltiplos aspectos, que vão desde as considerações sobre a plataforma tecnológica, as funcionalidades oferecidas, até a experiência dos profissionais da empresa que oferece a solução.

 

Ao analisar as diferentes plataformas disponíveis, é preciso levar em consideração que o mundo está profundamente conectado. Tudo, ou praticamente tudo, agora funciona online e as pessoas estão se tornando cada vez mais digitais pelo tempo que passam conectadas e resolvem seus problemas on-line. Os atuais e poderosos PCs, tablets e smartphones, nas mãos das pessoas, permitem a oferta de uma infinidade de serviços que podem ser determinantes para o sucesso da gestão de créditos. Serviços inovadores estão mudando a comunicação com os clientes, e os sistemas que oferecem mobilidade e flexibilidade ganham espaço.

A pergunta fundamental é, o que está permitindo esta realidade? O especialista e professor em TI, Dr. Luiz Bono Milan, afirma que este movimento está sendo chamado pelo mercado de Terceira Plataforma, ou seja, a nova infraestrutura que está se revelando dentro das organizações e colocando negócios e consumidores na era digital, baseados na Cloud Computing (Computação em Nuvem).

Os sistemas de cobrança que estão alinhados com estas tendências mundiais, e oferecem suas soluções na nuvem e como serviço (SaaS), saem na frente dos concorrentes ao entregar soluções modernas e sob medida.

No entanto, um sistema de gestão para cobrança oferecido na nuvem não é sinônimo de qualidade, as funcionalidades e robustez são fundamentais para a gestão eficiente das carteiras de créditos. Além da capacidade de processamento de milhões de clientes de forma rápida e dos controles de filas de cobrança e desempenho, o sistema precisa oferecer multicanais de atendimento, em especial, os digitais como chat, sms, interação por Whatsapp e áreas de autoatendimento. Tais recursos são necessários atualmente, pois os clientes inadimplentes estão buscando cada vez mais os canais independentes e impessoais de atendimento para solucionar seus problemas. Os clientes querem informações, porém estão pouco tolerantes com abordagens inadequadas eventualmente encontradas em operadores de telecobrança.

Por fim, além da uma plataforma moderna e inúmeras funcionalidades, o sistema precisa oferecer um ambiente de troca de experiências e contínuo aprendizado. É neste ponto que entra a experiência dos profissionais da empresa que oferece a solução. O doutor em finanças e especialista com mais de 18 anos de experiência neste segmento, Pedro Bono Milan, cofundador do REVICT, destaca que a troca de experiência no processo de cobrança é crucial para o sucesso da operação, em especial, nos momentos iniciais de uso. O especialista afirma que é muito comum sua equipe ser requisitada para redesenhar um processo de cobrança com seus clientes ou dar dicas de estratégias vencedoras. “A experiência de nossa equipe é um grande diferencial competitivo e nos permite oferecer soluções mais aderentes à realidade dos clientes e suas carteiras”, conclui o especialista.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *